Fabiana Justus entrega que seu doador de medula óssea não é do Brasil

Na tarde desta última terça-feira, 23, a influenciadora Fabiana Justus aproveitou para responder algumas perguntas dos fãs sobre seu tratamento. Fazendo uso de seus Stories no Instagram, a empresária explicou que não foi preciso entrar em uma fila para receber o transplante de medula óssea, além de revelar o que sabe sobre seu doador.

“Existe uma confusão. O transplante de medula óssea não é como um transplante de órgão sólido. Não existe fila, porque o órgão sólido ele pode servir para várias pessoas. A medula óssea tem que ser compatível com uma pessoa”, detalhou Fabiana ela ao ser perguntada sobre o assunto.



Recomendamos