Moraes nega pedido do PL e condena partido a pagar multa de R$ 22,9 milhões

Nesta quarta feira o presidente do TSE Alexandre Moraes, indeferiu o pedido feito pelo partido de Jair Bolsonaro o PL, que pedia a anulação da votação no segundo turno. Além disto, o ministro ainda condenou o PL a pagar uma multa no valor de R$ 22,9 milhões.

O partido do ainda presidente Jair Bolsonaro, ainda na terça feira, apresou um relatório, onde pedia a anulação do votos no segundo turno. O ministro então pediu que um relatório do primeiro turno das eleições fosse revelado, mas o PL não acatou seu pedido.



Recomendamos