Exames de DNA de Julia Faustyna, que diz ser Madeleine McCann, mostram descoberta preocupante

Julia Faustyna, uma jovem polonesa de 21 anos, chamou a atenção da internet ao criar um perfil nas redes sociais se declarando como Madeleine McCann, a menina desaparecida há dezesseis anos.

Autoridades estão realizando um exame de DNA para determinar se Julia é a menina desaparecida, mas ainda não há resultado divulgado. Enquanto isso, os exames indicam que Julia pode estar sofrendo de leucemia, um tipo grave de câncer que afeta as células sanguíneas e enfraquece o sistema imunológico.



Recomendamos