Nesta terça-feira (8), os eleitores se surpreenderam após o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) informar que Paulo Teixeira (PT) seria o político eleito para ocupar o cargo de deputado federal após as eleições deste ano.

Por este fato, Pablo Marçal (PROS), neste momento, está com sua candidatura constada como “indeferida com recurso”, algo que o incapacita de assumir o mandato para deputado até que, de fato, possa ser julgado pelo TSE.

Cabe lembrar que Teixeira e Marçal, neste momento, estão em uma batalha no Judiciário, que deu início durante o primeiro turno das eleições. Em São Paulo, o influenciador digital conseguiu o total de 243.029 votos, ao passo que o candidato petista colecionou 122.800 votos no estado mais populoso do Brasil.

Após o resultado das eleições, parlamentares do PT (Partido dos Trabalhadores) tomaram a decisão de realizar um processo conta o coach, afirmando que a candidatura de Pablo Marçal havia sido realizada fora do prazo estabelecido e, por este fato, a vaga deveria ser de Teixeira.

Feito para você